servicos

Get Adobe Flash player

Bebê de 1 ano, que nasceu após mãe ser atingida por raio, ainda conserva energia estática no cabelo

Bebê também teve sequelas neurológicas causadas pela forte descarga elétrica
Em 4 de julho do ano passado, Kendra Villanueva e seu namorado Ian Gordon foram atingidos por um raio, em Albuquerque, Novo México, durante uma tempestade. O casal foi levado ao hospital e Kendra, grávida de 38 semanas, foi submetida a uma cesárea. A bebê nasceu e teve muita sorte: há apenas 11 relatos de mulheres grávidas atingidas por raios e metade dos bebês morreram.
Um ano após o acidente que obrigou seu nascimento, Kimberly Gordon enfrenta consequências da forte carga que recebeu e seus pais acreditam que o cabelo da bebê ainda conserva energia estática, porque ele fica espetado, todo para cima.

"Todos nós vimos o que aconteceu, é um milagre ela estar viva", contou o pai ao canal local KOAT. O raio atingiu a orelha de Gordon, passou para o corpo de Kendra e saiu pelo polegar dela, que ficou machucado.

"Os dois estavam acordados e olhando para nós, completamente assustados e confusos”, contou o tenente Ryan Perry, do Corpo de Bombeiros de Albuquerque, que fez o resgate do casal. Os dois foram levado às pressas para o Hospital da Universidade do Novo México, onde Kendra deu à luz a pequena Kimberly, duas semanas antes do previsto.

Dois dias após o grave acidente, Kendra escreveu no Facebook: "Que 4 de Julho! Fui atingida por um raio e agora estou no hospital... É muito chato e eu espero que meu nenê se recupere depois de receber esse monte de eletricidade, ainda mais para um pequeno bebê.”

Pouco mais de um ano se passou e Kimberly sofre com uma lesão neurológica, consequência do acidente. Ela não consegue se sentar, engatinhar ou digerir os alimentos corretamente. Os médicos também não sabem quando ela vai começar a andar e falar, já que se trata de um caso muito incomum. Sobre o cabelo, os médicos não sabem explicar ainda como ele conserva energia estática.

"É difícil ver que ela não pode comer como ela deveria e recebe a comida através do tubo [de alimentação]. Mas estou feliz que ela tanha sobrevivido a tudo isso", disse a mãe, também a emissora local.

De acordo com o Instituto Nacional de Segurança dos EUA, há uma 1 em 280 mil chances de ser atingido por um raio. "Com toda certeza, alguém está olhando por nós", disse Gordon.

Há outros casos sensacionais de mulheres grávidas que deram à luz a bebês saudáveis. Em abril de 2012, em Ohio, também nos EUA, Kelly Lough foi atingida enquanto esperava o marido. Os médicos disseram que os sapatos com sola de borracha que usava salvaram sua vida e a do feto que carregava. Um pouco antes, em janeiro de 2012, o site Jezebel informou que Stephanie Alberti, grávida de 13 semanas, recebeu um raioa. Seis meses depois, ela deu à luz a uma bebê saudável chamada Sophia.

 

Fonte: Marie Claire

Ler 2338 vezes

Cadastre-se


E receba notícias e dicas sobre produtos da Montal, cads, normas e palestras.

Telefax: (31) 3476-7675 - Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Rua Castelo de Sintra, 98 - Bairro Castelo - Cep. 31.330-200 - BHte - MG