servicos

Get Adobe Flash player

Deputado do MT quer escolas equipadas com SPDA

 

O deputado Wagner Ramos desenvolveu um projeto de lei que visa a instalação de para-raios nas escolas e instituições de ensino no estado. A medida está no Projeto de Lei nº 67/2013, onde a Comissão de Segurança Pública e Comunitária começou a analise da viabilidade para instalação dos SPDAs.

Segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), somente entre janeiro e março de 2012, foram registradas 437.809 quedas de raios em diversos pontos do estado provocando 130 vítimas e a morte de 89 pessoas – o equivalente a cerca de 10% dos óbitos relacionados a descargas elétricas em todo o mundo. A confirmação é a de que Mato Grosso continua registrando alta incidência de raios e  Cuiabá está entre as cinco cidades com o maior número de ocorrências, de acordo com dados do Inpe, repercutiu na Assembleia Legislativa.

“Lá, estão nossas crianças e nossos adolescentes, e necessitamos de estrutura que também funcione como um abrigo seguro. Cabe a nós, enquanto cidadãos, pais, autoridades, suprir essa necessidade por aqueles que são o futuro do nosso país”, disse o parlamentar republicano justificando o PL 67/2013. 
As duas vítimas fatais mais recentes de que se tem conhecimento em Mato Grosso foram atingidas por um raio no dia 27 de dezembro do ano passado, em Tangará da Serra (médio norte, a 242km da capital) Carlos Perez e Leandro Aparecido da Silva jogavam bola com grupo de amigos em um campo de futebol sob forte chuva.
A expectativa é estender a rede de detecção de raios e tempestades severas (BrasilDAT) para todas as regiões brasileiras até 2014. A previsão é que essa cobertura já esteja concluída no centro-oeste e no nordeste até julho próximo.
 
Fonte:cenariomt.com.br

 

O deputado Wagner Ramos desenvolveu um projeto de lei que visa a instalação de para-raios nas escolas e instituições de ensino no estado. A medida está no Projeto de Lei nº 67/2013, onde a Comissão de Segurança Pública e Comunitária começou a analise da viabilidade para instalação dos SPDAs.

Segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), somente entre janeiro e março de 2012, foram registradas 437.809 quedas de raios em diversos pontos do estado provocando 130 vítimas e a morte de 89 pessoas – o equivalente a cerca de 10% dos óbitos relacionados a descargas elétricas em todo o mundo. A confirmação é a de que Mato Grosso continua registrando alta incidência de raios e  Cuiabá está entre as cinco cidades com o maior número de ocorrências, de acordo com dados do Inpe, repercutiu na Assembleia Legislativa.

“Lá, estão nossas crianças e nossos adolescentes, e necessitamos de estrutura que também funcione como um abrigo seguro. Cabe a nós, enquanto cidadãos, pais, autoridades, suprir essa necessidade por aqueles que são o futuro do nosso país”, disse o parlamentar republicano justificando o PL 67/2013. 
As duas vítimas fatais mais recentes de que se tem conhecimento em Mato Grosso foram atingidas por um raio no dia 27 de dezembro do ano passado, em Tangará da Serra (médio norte, a 242km da capital) Carlos Perez e Leandro Aparecido da Silva jogavam bola com grupo de amigos em um campo de futebol sob forte chuva.
A expectativa é estender a rede de detecção de raios e tempestades severas (BrasilDAT) para todas as regiões brasileiras até 2014. A previsão é que essa cobertura já esteja concluída no centro-oeste e no nordeste até julho próximo.
 
Fonte:cenariomt.com.br
Ler 30019 vezes

Cadastre-se


E receba notícias e dicas sobre produtos da Montal, cads, normas e palestras.

Telefax: (31) 3476-7675 - Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Rua Castelo de Sintra, 98 - Bairro Castelo - Cep. 31.330-200 - BHte - MG